Sexta, 15 Dezembro 2017
 



Visitantes

04387133
Hoje
Ontem
Esta semana
Este mês
Últimos mês
Até agora
3328
5333
19106
32467
68242
4387133

Seu IP: 54.221.136.62

ARTIGOS DE IMPRENSA

PADRE GERALDO MAGELA TEIXEIRA

INCLUSÃO, RISCO E INOVAÇÃO

 

 

Ao saber que o Padre Geraldo Magela Teixeira completa seus oitenta anos, desejo dar o testemunho de minha convivência acadêmica com o ilustre sacerdote e reitor.

 

          Na década de setenta do século passado nos portávamos, na linha de frente do magistério, nos períodos iniciais das Ciências Humanas à qual estava filiada a Faculdade Mineira de Direito, núcleo original da PUC Minas.

 

          Quantas manhãs repetiram-se com o encontro ameno de almas empenhadas na qualidade do ensino da Universidade, que requer pesquisa e extensão. Éramos docentes dedicados e acreditávamos muito em que nossas aulas bem preparadas e aplicadas podiam fazer a diferença.

 

          Reconhecido pela capacidade de liderança e de empreendimento, Padre Magela foi escolhido por Dom Serafim, Cardeal Fernandes de Araújo, para os cargos mais elevados da administração da PUC, tendo-se feito Reitor, em 1987, para enfrentar situação emergencial em que as dificuldades eram insuperáveis.

 

          Faço lembrar o II Seminário Internacional Sociedade Inclusiva,  efetivado pela PUC Minas há dez anos, em outubro de 2001.  

 

          Aquele Seminário destinou-se a expor e debater o tema da inclusão no campo da educação, saúde, trabalho, acessibilidade, tecnologia e cidadania, além de realizar um balanço das políticas públicas e das ações da sociedade civil e da iniciativa privada em prol da construção de uma sociedade inclusiva.

 

          Em sua alocução para a abertura dos trabalhos, o Magnífico Reitor mencionou que a história se repete, mas nem sempre. Nesse “mas nem sempre” – afirmou - está o risco e a capacidade que o homem possui de mudar a história e de produzir a inclusão.

 

          A coragem para o risco marca o espírito e o ânimo do Padre Magela. Jamais conformado com a mesmice. Inovador. Operador de desenvolvimento.

 

          A diversidade, tão entranhada na consciência dos homens presentes, torna-se possível a partir da inclusão. Para que esta  viesse plena e coerente, foi preciso ao Padre Magela compreender medíocres, inseguros e limitados, não se tendo confinado em suas origens, ousando sempre dar-lhes a contraprestação de seu talento.

 

          Consciente de que espaço e tempo adquiriram feições tecnológicas Padre Magela, no último ano do século passado, lançou a vitoriosa e agregadora Educação à Distância da PUC.

 

          Pragmático, Padre Magela focou com precisão a vantagem dos  cursos tecnológicos direcionados à profissão e ao mercado de trabalho. 

 

          Pela interiorização e multiplicação de unidades operacionais do saber, rígida exigência de qualidade e permanente ocupação de espaços, com viés nítido para a democratização, o ensino brasileiro deve-lhe muito.

 

          A opção pelo novo permitiu ao Padre Magela continuar seu vitorioso trabalho nesta casa de ensino erguida por jovens, que é a UNA. 

 

          O homenageado sacerdote, educador, jornalista e escritor, no alto de sua octogenária idade, colhe frutos abundantes de perene cultivação. Que tenha muitos anos de abençoada existência.

 

 

José Tarcízio de Almeida Melo

Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais

Ex-Presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais

Doutor em Direito Constitucional pela UFMG

Professor Titular de Direito Constitucional da Faculdade Mineira de Direito da PUC Minas

 

 


Move para cima